Sobre o 15 de Outubro

15 de Outubro de 1827. Sim, há 190 anos, o Imperador do Brasil, Pedro I, baixou um decreto criando o Ensino Elementar no Brasil, que, por meio dele, todas as cidades, vilas, lugarejos, deveriam ter escolas de “primeiras letras”, nosso atual “Ensino Fundamental”.  Uma forma de descentralizar o ensino, uniformizar salário dos professores e pontuar as matérias básicas que os alunos deveriam aprender.

Oficializada apenas em 1963, mas já em nossa vida há quase 200 anos, a data nos traz motivos para homenagear, mas muito mais para refletir.

Homenagear aqueles que, mesmo em meio a adversidades (baixos salários, infraestrutura precária, logística para chegar até a escola, além dos desafios das novas formas de aprendizagem) se mantém firmes em seu propósito. A reflexão se dá sobre a importância do professor e os avanços da educação ao longo de tantos anos.

Ao ler a matéria da BBC Brasil publicada hoje, 15 de outubro de 2017, vários desafios tem sido mencionados pelos profissionais da educação e há clara dificuldade deles em  lidar com isso no dia a dia.

O primeiro listado refere-se à “violência em sala de aula”, seguido da desvalorização da carreira, tanto financeira, quanto socialmente.

E, quando pensamos em violência em sala, já podemos pensar em conflitos e punições. E se, ao invés de tratarmos os atos violentos após sua realização, buscássemos entender a lógica do conflito com um olhar mais cuidadoso para o professor?

Fica uma sugestão para refletirmos e levarmos adiante para novos olhares sobre a educação, em âmbito público e privado.

Foto: Designed by Pressfoto / Freepik

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *